domingo, 3 de julho de 2016

O ex-padre director do Diário de Noticias ataca José Manuel Coelho na página 2 do matutino do grupo Blandy


 Ex-padre formado nos corredores bafientos dos seminários continua cheio de preconceitos contra a luta do deputado Coelho por liberdade de expressão na ilhota "mamadeira" (que não existe) e por uma justiça decente e independente sem estar no bolso da oligarquia do regime. Ricardo Oliveira o diretor bafiento e cheio de naftalina do seminário critica Coelho por acusar os juizes de jihadistas e  assassinos da democracia e da liberdade de expressão mas já não critica oes gestores do  BES e do Banif que roubaram milhares de depositantes. Não critica o Alberto João que usou o Banif como seu banco particular onde se abastecia de dinheiro a seu bel-prazer para financiar o partido e as festas do chão da Lagoa sem nunca ter pago um tusto. Não critica a justiça madeirense,que não aplicou nem um dia sequer de cadeia ao primo do Alberto João que por duas vezes atropelou pessoas com a bebedeira matando duas e pondo uma tetraplégiga e ter abandonado as vítimas sem prestar auxílio. Não condena os ladrões da Caixa Geral de Depósitos que com os seus salários e mordomias das arábias colocaram o banco na pre-falência para os contribuintes pagarem com pesados impostos.  O homem da sotaina bafienta e de olhar vesgo não enxerga nada disto; pois claro!

3 comentários:

  1. Diz um velho caduco, de maus hábitos e libertino que um indivíduo de cerca 50 anos tem naftalina. eh eh eh eh eh. Ó homem, cala-te e interna-te.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. «padre» vai dar banho ao cão que eu já te conheço!

      Eliminar
  2. Ó Coelho, e quando é que falas do tesoureiro de santa maria maior que é empregado de uma empresa que presta serviços á junta? é só perguntar a quem sabe.

    ResponderEliminar