segunda-feira, 15 de maio de 2017

Maria de Lurdes alvo de agressões e maus tratos na Prisão em Tires


 Hoje pelas 18 horas e 47 m a Investigadora Maria de Lurdes telefonou ao deputado José Manuel Coelho pedindo ajuda para que denunciasse ao país aquilo que estão a fazer com ela dentro da prisão, os seus carcereiros.

 Estão constantemente a mudá-la de cela colocando-a propositadamente com as reclusas mais agressivas daquele estabelecimento prisional, onde é alvo de constantes agressões e maus tratos. As reclusas que a agridem têm as costas quentes dos guardas prisionais, que em vez de zelarem pela integridade física da reclusa Maria de Lurdes, ainda de uma forma masoquista incitam e incentivam as outras reclusas a praticarem agressões físicas e verbais com toda a sorte de impropérios à pobre mulher que se encontra ali sózinha e totalmente desprotegida.

  Maria de Lurdes telefonou ao deputado Coelho com o telefone da prisão nº 214 454 266 implorando socorro e ajuda. A certa altura da conversa, contou que sofreu um ataque de uma reclusa furiosa que lhe apertou o pescoço com o objetivo da a estrangular. se não fora outra reclusa que veio em seu socorro, teria sido morta nessa ocasião. Os guardas colocam a Maria de Lurdes nas celas onde se encontram as reclusas mais agressivas que se rentretêm  a bater-lhe durante toda a noite e não a deixam dormir. Puxam-lhe o cabelo, dão-lhe constantes bofetadas cospem-lhe no rosto e dizem: Tu és uma presa igual a nós se não fosses criminosa não terias vindo cá bater. 

 No outro dia de manhã quando os guardas abrem as celas a Maria de Lurdes apresenta queixa mas nada pode fazer, pois não existem testemunhas das agressões. A continuar esta situação assim e se a diretora da prisão não tomar medidas, qualquer dia a Maria de Lurdes vai aparecer morta dentro de uma daquelas celas e depois ninguém viu nada. Sabemos que toda esta perseguição e maus tratos à Maria de Lurdes é superiormente organizada pelos guardas da cadeia tendo com objetivo quebrar o moral e a combatividade da Maria de Lurdes levando-a finalmente a um estado depressivo  e se possível a uma situação de loucura total. Apelamos a todos os democratas portugueses que protestem e façam ouvir a sua voz e a sua indignação e salvem esta pobre mulher de ser assassinada! Por favor não deixem a Maria de Lurdes morrer!

  Quem quiser saber mais informações ligue ao deputado José Manuel Coelho cujo telefone é 964 780 418.
Diretora da cadeia em Tires:  Maria de Fátima Andrade Corte
 Diretora da prisão assinalada  com uma seta







8 comentários:

  1. Meus srs ...aqui se vê a solidariedade das mulheres, vejam as fotos, as prisioneiras os guardas e os diretores todos muito bonzinhos a fazer o papel de infelizes, depois é o que se vê se for preciso matam-se umas ás outras. A srª diretora muito bem posta e contente no seu papel, mas para ela as mulheres são LIXO.O sr presidente da republica com o seu papel afetuoso, "embarca" naquele cinismo pois não sabe o que se passa. Porque é que ninguem toma conta deste caso? porque é que ninguem liga á situação desta mulher? onde estão os direitos humanos? onde está o proclamado e progressista MDM? Deixem-se de cinismos quando se der a tragédia vai ser tal e qual como o festival da eurovisão; todos depois do acontecimento percebem muito destes assuntos. Vamos então sair dos 3 Fs e arranjar logo comentadores e analistas e RTP SIC TVI para analisar mais esta caso das prisões .Só cinismo a Maria de Lurdes está a sofrer tal qual as vitimas de ladrões assassinos em que os arguidos são mais importantes que as vitimas.Vejam as nossas televisões os casos de crimes cometidos matam-se pessoas e passados 16 17 anos estão cá fora , espero que na prisão de Tires não abafem esta caso porque se calhar até no dia 10 de Junho vão dar a medalha de mérito á diretora da prisão. Façam peças de teatro..ai tão bonito...Façam bordados... ai tão bonito convivam ai tão bonito, coitadinhas das "infelizes" que estão presas, são tão boazinhas mas na calada estas mulheres MATAM-SE UMAS ÁS OUTRAS. e....ninguem viu nada....

    ResponderEliminar
  2. AFINAL QUEM SAO OS MALFEITORES, GUARDAS, OU RECLUSOS. OS RECLUSOS ?

    ResponderEliminar
  3. ISTO É UMA VERGONHA O QUE SE PASSA NESTE PAIS SÓ TENS PROTECÇÃO SE FORES DA MESMA COR , ESTA FALSA DEMOCRACIA DEVE O POVO ENTENDER ,E COMEÇAR A MUDAR TUDO ISTO ,ATÉ QUANDO A IGNORÂNCIA E MEDIOCRIDADE DEIXA DE EXISTIR

    ResponderEliminar
  4. Vergonhõso este procedimento carceral ! Que fez esta mulher para ser tratada como uma grande criminal?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nada de especial. Apenas mandou os magistrados e juízes para um lugar não muito longe daqui. Injúrias e difamação.

      Eliminar
  5. Como a Maria Lurdes não alinha na ortodoxia dos partidos, os diretórios dos mesmos recusam dar a cara pela sua libertação. Daí a dificuldade de obtermos a libertação da Maria Lurdes!

    ResponderEliminar
  6. Essa Maria de Lurdes ou lá como se chama o que tem diferente das outras presas? Se apanhou foi porque mereceu e tentou tirar a namorada a outra reclusa. Cometeu um crime público e ao que parece continua a comete-lo todos os dias. Segundo consta nem banho toma essa badalhoca e quando o faz só passa água pelo corpo. Sabão que é Bom, nada. Aguenta e não bufa. A minha companheira esteve detida em tires. As guardas sao afáveis e essa mulherzinha medíocre desafia toda a gente. Mais uns aninhos ali não lhe faziam mal já para não falar do assédio que faz a outras presas. Sim essa chula tem uma namorada lá dentro. A minha companheira entrou numa cela procura de uma amiga e viu a maior pouca vergonha de beijos e amassos entre ela e fulana. As ciganas não gostam disso e claro levou para aprender. Oiçam as duas partes porque aquela mulherzinha não é a Santa que falam. Afinfem-lhe. Fufa nojenta.

    ResponderEliminar