terça-feira, 19 de agosto de 2014

Dírio Ramos apesar de ser um rico burguês é uma mais valia para o Partido Comunista Português

Quando ontem Leonel Nunes anunciou pela RTP/Madeira a mudança da sede do PCP da rua da Carreira para a rua João de Deus criou logo ciúmes ao “camarada” Dírio Ramos que não escondia o seu desagrado por Leonel Nunes abusivamente ser o porta voz do partido para  a iniciativa de apresentação da nova sede  quando na verdade foi o “camarada” engenheiro Dírio Ramos que tratou tecnicamente da decoração e arranjo da mesma. A frustração do “camarada” levou-o a exteriorizar esse sentimento entre vários militantes do partido. Isso tem levado a comentários pouco abonatórios para o nosso amigo engenheiro que o acham uma pessoa vaidosa e de certa forma com presunções elitistas próprias do  pensamento  e forma de estar da pequena burguesia. 

 Mas para nós que aqui da redacção do PRAVDA  conhecemos bem o “camarada” Dírio Ramos e sabemos  que tem muitas propriedades no Continente damo-lhe um desconto de 50%[em cartão] em tudo o que diz. Dírio para os que não o conhecem informamos: é muito abastado, tem uma quinta em Palmela e muitas propriedades no distrito de Setúbal. Ganhou imenso dinheiro com a construção de Hospitais no tempo da ministra da Saúde Leonor Beleza de quem era amigo pessoal.

 Apesar da fama, prestígio e dinheiro o que mais admiramos no “camarada” Dírio é a sua fidelidade e militância no PCP. Embora tenha todos os tiques da pequena burguesia é digamos um quadro técnico da maior importância para a luta da classe operária do nosso País e na Região em particular. Digamos qué é mais um filho adoptivo da classe operária e da sua Vanguarda o PCP.

  Ao partido vêm os operários mais consequentes e esclarecidos e os melhores filhos e filhas do povo tal como se aprende nos manuais políticos do PCP.

Mudança da velha sede do PCP que durante 40 anos esteve na rua da Carreira antiga  quintinha do dr. Aníbal Faria militante do partido desde os tempos da clandestinidade. Dírio Ramos não morre de amores por Coelho e o seu partido o PTP e vai daí puxa da sua pena e vocabulário próprio pequena burguesia e desanca em Coelho e seu partido nas entrelinhas sem dó nem piedade. Podem ler a sua prosa cheia de frustração e a roçar quase o insulto AQUI

Eis a nova sede para a qual muito contribuiu o “camarada” Dírio.

1 comentário:

  1. O Dírio é chibarro ...mas é rico...não há problema....

    ResponderEliminar