sábado, 17 de dezembro de 2016

Os falsos amigos de Maria de Lurdes Lopes Rodrigues

Dr. Pedro Proênça 

A Pedido da presa nº4 dona Maria de Lurdes Lopes Rodrigues publicamos a seguinte notícia:

 Há poucas semanas o advogado  Pedro Proença que é comentarista residente do Programa "A tarde é sua" da apresentadora Fátima Lopes da SIC, prontificou-se a ir à prisão de Tires para obter a procuração da Maria de Lurdes afim de montar uma estratégia de defesa tendo em vista a libertação da investigadora. Depois mudou de ideia e mandou lá outro advogado seu colega substabedecer a procuração achando que este era o mais indicado para o caso específico da nossa amiga Maria Lurdes.
Tratou-se do advogado Manuel Luís Ferreira. Este foi o advogado que ganhou mediatismo no caso da (extradição de indiano detido no Algarve, Paramjeet Singh) apresentou-se em Tires a exigir 1500 € de honorários à pobre Maria de Lurdes para patrocinar a sua defesa e posterior libertação.. Claro que a Maria de Lurdes a quem tudo roubaram não dispunha de quaisquer meios financeiros para satisfazer essa pretensão. Acabou naturalmente por declinar aquela oferta de «ajuda». Ou melhor : falsa e interesseira ajuda. De maneira que com pardalões desta estirpe a Maria de Lurdes bem pode esperar sentada afim de obter a sua libertação. 

 O senhor quer tirar proveito da desgraça alheia e tal como os fariseus no tempo de Cristo. Viu nesta desgraça humana, toda uma oportunidade de ganhar dinheiro. De facto com amigos destes a Maria de Lurdes, não precisa de inimigos. Tristeza! que falta de solidariedade!

 imagens do advogado  Miguel Luís Ferreira

Advogado português tenta evitar extradição de indiano detido no Algarve

Organização "Sikhs for Justice" vai acompanhar interrogatório a Paramjeet Singh
A organização internacional "Sikhs for Justice" designou o advogado Manuel Luís Ferreira para defender o separatista indiano Paramjeet Singh, detido na sexta-feira no Algarve e cuja extradição é requerida pela Índia. 

Fonte ligada ao processo adiantou à agência Lusa que a "Sikhs for Justice" enviou a Portugal o seu advogado Gurpatwant Singh Pannun para acompanhar na segunda-feira, com Manuel Luís Ferreira, o interrogatório de Paramjeet Singh no Tribunal da Relação de Évora, no âmbito do processo de extradição. 

A mesma fonte admitiu que a defesa de Paramjeet Singh, conhecido por Pamma, deverá opor-se à extradição, embora sem avançar com mais pormenores. A mulher e os filhos de "Pamma" estavam em Portugal quando ocorreu a detenção do ativista indiano pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). 

Revelou ainda à agência Lusa que a "Siks for Justice" estabeleceu contactos com a Associação de Advogados sem Fronteiras de Língua Portuguesa no sentido de haver uma "cooperação". Esta associação lusófona, ligada à defesa dos direitos humanos, teve um papel relevante no caso que envolveu Luaty Beirão e outros dissidentes angolanos. 

O advogado Manuel Luís Ferreira tornou-se conhecido internacionalmente por fazer a defesa do alegado terrorista indiano Abu Salem e do cidadão português Jorge dos Santos (nascido norte-americano com o nome de George Wright) em processos de extradição intentados pela Índia e pelos Estados Unidos da América, respetivamente. 

No sábado, o jornal indiano Hindustan Times noticiou que o homem detido na sexta-feira, em Portugal, se chama Paramjeet Singh e está ligado a um movimento radical independentista do Punjab, Índia, da região de Kalistan. 

Segundo a edição "on-line" Hindustan Times, que cita fontes policiais, Paramjeet Singh é acusado pelas autoridades indianas de estar envolvido em atentados à bomba em 2010 em Patiala e Ambala e de ter sido, em 2009, o cérebro do assassínio do líder do movimento nacionalista hindu, o Rashtriya Sikh Sangat. 

Pamma, 42 anos, encontrava-se com a sua família num hotel em Portugal quando foi detido na sexta-feira, no âmbito de um mandado de captura internacional emitido pela Interpol. As autoridades portuguesas não tinham revelado a sua identidade. 

Segundo a polícia, Pamma tem cadastro desde 1992, por crimes menores e é apontado como dirigente de grupos que as autoridades da Índia classificam de terroristas. 

Após abandonar a Índia em 1994-95, esteve no Paquistão numerosas vezes e tornou-se o principal financiador do movimento Babbar Khalsa International (BKI), considerado um grupo terrorista pela Índia. 

Mais tarde, Pamma aliou-se ao chefe do movimento "Tiger Force", Jagtar Singh Tara, com ligações a grupos armados sediados no Paquistão.
Na sexta-feira, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou a detenção de um homem, no Algarve, que está referenciado como sendo "perigoso e violento", executando um mandato de detenção internacional para extradição pela Interpol.  (TVI24)
O dr. António Pedro Dores (aqui na foto) amigo do dr. Pedro Proença, foi quem indicou Manuel Luís Ferreira para defender Maria de Lurdes. Este como viu que a pobre investigadora não tinha dinheiro abandonou-a à sua sorte deixando transitar em julgado novo processo contra ela que a leva a ter que cumprir mais 2 anos e 6 meses de cadeia novamente pelo crime de difamação e atentado ao bom nome e ofensa a pessoa coletiva.
 o processo em questão tem o nº 4288/04.4 TDLSB, 3ª Vara Criminal de Lisboa.
Tiago Bastos,foi o advogado que o colocou em tribunal mais uma queixa contra a vítima Maria de Lurdes. Pertence ao famoso escritório de advogados do PS [Vera Jardim&Castro Caldas] Vera Jardim que já foi ministro da justiça do governo de António Guterres, advogado desde 1963, tendo em 1977 fundado com Jorge Sampaio e Júlio de Castro Caldas uma sociedade de advogados, uma das mais antigas de Portugal [ver fonte]

( José Vera Jardim é amigo do ex-ministro da cultura Manuel Maria Carrilho o causador de toda esta desgraça que se abateu sobre a cabeça da investigadora Maria de Lurdes Lopes Rodrigues. Digamos que com todos estes julgamentos Kafkianos concluimos que todos os demónios do mais profundo dos infernos se mancomunaram para a destruir e a reduzir a pó!)

Direito de resposta do advogado Pedro Proênça:

«Fui sempre absolutamente frontal quanto ao facto de só aceitar o patrocinio da causa da ML depois de analisar os processos e de reunir com ela. Foi o que fiz. Dispus do meu tempo para consultar os processos, obtive uma cópia digitalizada do processo ao abrigo do qual ela está presa e depois de os analisar cuidadosamente reuni com ela em Tires. Nunca lhe pedi um tostão por isto. Depois de analisar os processos e de reunir com ela, percebi que não tinha possibilidade de corresponder à enorme disponibilidade que a ML exigia peremptóriamente. Sou advogado em prática individual e não tenho condições de proporcionar à ML a disponibilidade que aquela exigiu para acompanhar o caso. Tomei esta decisão ponderamente e ciente que estava a salvaguardar os interesses da ML. Não gosto de enganar ningúem nem de fazer falsas promessas. Se não posso não posso. Não invento. Por outro lado constatei que a ML não tolera qualquer sugestão estratégica para o caso dela. Quer pura e simplesmente impor a sua vontade, o que também não ajudaria o meu trabalho. Não conheço o tal Dores de que fala no seu texto nem percebo como me associa a uma pessoa que eu nem sabia que existia. Nunca divulguei publicamente que poderia ser o advogado da ML.»


2 comentários:

  1. O Doutor Pedro Proença, refere que a ML, não tolera qualquer sugestão estratégica?

    Ora sugestão estratégica, é coisa astuciosa (com astúcia); ardiloso: ponto de vista estratégico.

    ARDILOSO: Que se utiliza de ardis, de esperteza, de manha para conseguir o que pretende.
    Que é sagaz, astucioso, manhoso, enganador, velhaco, espertalhão: inimigo ardiloso.

    A Maria de Lurdes não abdicou da sua dignidade e o trafulha virou as costas, queria enganá-la  - TAL&QUAL: http://atoscorruptos.blogs.sapo.pt/requerimento-a-pgr-10169

    ResponderEliminar
  2. "Senhor, hoje celebramos o teu nascimento. Quiseste encontrar-Te comigo num ambiente pobre e humilde. Quiseste partilhar comigo as dificuldades que Maria e José sentiram por ninguém lhes arranjar lugar nas hospedarias. Que eu seja capaz de desocupar o meu coração das coisas vãs deste mundo e Te acolha, Te receba em cada um dos meus irmãos. Que eu deixe a tua luz iluminar a minha vida" 

    Por tudo isto, ofereço-me a troco de nada, disponibilizando-me para ajudar a nossa irmã Maria de Lurdes...!Ao vosso dispor!

    ResponderEliminar